Vitor Pereira Jr
Contos, Crônicas e Versos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

Arca de Noé
     Meu filho de um ano de idade tem como músicas preferidas as do Balão Mágico e as da Arca de Noé, lançadas há mais de vinte anos. Por que as produções infantis daquela época (minha época!) eram tão boas a ponto de perdurarem por gerações? É que eram feitas com qualidade e tinham conteúdo. As letras das músicas eram compridas, e tinham vocabulário estimulante. Os LP´s da Arca de Noé, por exemplo, contavam com Chico Buarque, Elis Regina, Ney Matogrosso, Fagner, Grande Otelo, Elba Ramalho entre outros tantos. Saca só esse trecho da música Leão: "Teu salto, uma labareda/ Tua garra, uma navalha/ Cortando a presa na queda/ Leão longe, leão perto/ Nas areias do deserto/ Leão alto, sobranceiro/ Junto do despenhadeiro/ Leão! Leão! Leão!/ És o rei da criação!/ Leão na caça diurna/ Saindo a correr da furna" Acho que nunca antes, nem depois, ouvi alguém dizer "sobranceiro" ou "furna", e que requinte rimar "labareda" com "queda"! A criança tinha que pesquisar por aí ou perguntar para os pais o significado de várias palavras.

     Aí fico imaginando os artistas a serem convidados caso haja alguma produção hoje em dia: Fiuk, Restart, Luan Santana, Maria Gadu, Sandy...
     Imagina um remake da Arca de Noé pela composição e interpretação desses caras: "Teu andar me conquistou-uou-uou-uou/ Na fogueira da paixão/ Sei que é parte do seu jogo-jobelelê-simbá-simbá-lerauá/ Volte pra miiimmmmm (duas vozes agudas fazendo o mim e quatro vozes fazendo úúúúúúúú em semitons)/ (pausa para batidas no violão)/ Amo você!"
Vitor Pereira Jr
Enviado por Vitor Pereira Jr em 26/01/2011
Alterado em 21/07/2014
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras