Vitor Pereira Jr
Contos, Crônicas e Versos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

Como evitar uma criança de filme de terror
     Você quer evitar uma vida de terror com seu filho? Aqui vão algumas dicas:
     Se o marido passou a tarde conversando com o casal de velhinhos que mora no apartamento ao lado, não transe com ele.
     Se lhe oferecerem algum bebê na maternidade, não aceite.
     Não presenteie seu filho com bonecos possuídos.
     Se seu filho conversa com o próprio dedo, não se hospede em hoteis assombrados.
     Se seu filho quer lhe mostrar por onde andam seus amigos imaginários, é melhor ir com ele.
     Se seu filho vê gente morta, chame um psicólogo infantil para ele, de preferência, um já morto.
     Não deixe seu filho assistir a filmes sem identificação - não por causa daqueles filmes pornográficos que você coleciona, mas por causa daquele filme amaldiçoado que você pegou emprestado outro dia.
     Não deixe seu filho assistir televisão de madrugada, especialmente quando a tela só apresentar estática.
     Se sua filha adolescente começar a falar palavrões, poupe tempo e chame logo um exorcista.
     Não deixe que seus filhos adolescentes zombem da amiga estranha.
     Se sua filha adolescente é a amiga estranha, não a deixe irritada.
     Não faça um clone de seu filho.
     Não deixe que seu filho tenha amizade com nenhuma criança de olhos fosforescentes.
     Não deixe seu filho acampar aonde seus monitores estarão fazendo sexo quando seu filho mais precisar deles.
     E se seu filho começar a sentir alergia a alho, uivar pra lua ou pedir sucrilhos com cérebro no café-da-manhã, vá à igreja pegar água-benta. (Não, seu idiota, não àquela igreja do seu bairro onde sua vizinha fofoqueira já disse que fazem cultos satânicos. Vá àquela igreja da cidadezinha de interior mais próxima. E se você entrar em uma igreja e não tiver água-benta na pia batismal, fuja. Já fazem cultos satânicos lá).


     E o mais importante: se tudo der errado, não tente matá-lo - até porque você não irá conseguir e vai acabar sendo morto. Simplesmente ame-o, aceite-o como ele é, e aproveite-se de seus talentos naturais, sobrenaturais, espirituais, e infernais.

Vitor Pereira Jr
Enviado por Vitor Pereira Jr em 29/04/2011
Alterado em 07/05/2017
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras